segunda-feira, 12 de março de 2012

As Olimpíadas de Sérgio Mascarenhas

Nos últimos dois meses tive o prazer de me aproximar do físico Sérgio Mascarenhas, figura estratégica no desenvolvimento da ciência brasileira.

Aos 83 anos, ainda deposita olhares fascinados sobre novos projetos que coordena nas mais diversas áreas. Ultimamente, está envolvido com a neurociência, no estudo sobre a pressão cerebral e o mal de Alzheimer. De um quarto em sua residênci de Ribeirão Preto, mostra-me, no computador, um pequeno ratinho branco, monitorado via uma mweb cam e um chip, em tempo real. O animal está conectado a chips, que enviam ao computador de Mascarenhas informações via bluetooth sobre o funcionamento do cérebro. O rato é trransgênico, assim pode ser induzido a um ataque epilético. Mascarenhas e sua equipe demonstraram a relação entre a pressão cerebral e os ataques, e descobriu como controlá-los.

Mascarenhas foi um dos fundadores da Academia de Ciências do Estado de São Paulo e lecionou em universidades nos EUA, Japão, Londres, México e Itália, entre outros países. Foi o idealizador e primeiro reitor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e um dos fundadores da Embrapa na mesma cidade. Entende que não hánenhum conhecimento no mundo que não possa exercer alguma ligação com outro conhecimento, por mais distantes que possam parecer. Por isso, transita com tranquilidade pela química, pela física, pela medicina (lecionou em Harvard) e pela Educação e Filosofia da Ciência. Além de conversar sobre psicanálise com qualquer psicanalista,explicando porque não concorda com o método de Jung. É universal.

E o mais novo projeto-causa de Mascarenhas é reflexo dessa universalidade. Pensando nos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Brasil, o professor propõe as Olímpiadas Educacionais Internacionais. O projeto já foi apresentado aos ministros Aloísio Mercadante, da Eduação, e Marco Antonio Raupp, da Ciência, Tecnologia e Inovação, que se entusiasmaram com a idéia.

Mascarenhas utiizou o próprio modelo dos Jogos Olímpicos tradicionais para idealizar a Olimpíada Educacional. Na proposta, o físico afirmou que a idéia é que as olimpíadas educacionais se revertam em recursos para a educação.

É sobre este projeto que trata meu último post no Blog do Luis Nassif, publicado na última semana. Clique aqui para saber mais sobre as Olimpíadas de Mascarenhas, que já foram assinadas pela SBPC e pela ABC, e que etá em vias de ser apresentada ao ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário