segunda-feira, 26 de março de 2012

Chang, Bresser e o neoliberalismo em desencanto

O título do post faz referência ao livro O Universo Neoliberal em Desencanto, do economista José Carlos de Assis e do Matemático Francisco Antonio Doria. A obra tenta mostrar como alguns sistemas matemáticos foram, a partir do século 18, utilizados para mascarar medidas economicas que foram tomadas por razões estritamente políticas. O segundo capítulo, em especial, traz demonstrações de como algumas teorias no campo da lógica podem desconstruir as bases do neoliberalismo, principalmente o princípio que afirma que em um mercado de livre competição os preços tendem ao equilíbrio.

Logo mais, em outro post, trarei uma breve entrevista com Assis e Doria e, nos demais, algumas considerações da "econofísica", campo que integra explicações da física na economia, e como as relações entre filosofia matemática, ciência e economia são mais estreitas do que parecem.

Mas durante a leitura do livro, recordei de duas entrevistas recentes que fiz. Uma com o economista sul-coreano e professor de Cambridge, Ha-Joon Chang, autor de alguns clássicos, como Maus Samaritanos, e o ex-ministro e professor da FGV, Luiz CArlos Bresser-Pereira. Haveria, ainda, uma com o economista chileno Gabriel Palma, se a gravação da entrevista não tivesse sido perdida após um assalto.

Trago as entrevistas, pois em ambas se questiona a abordagem ortodoxa da economia e suas bases teóricas. Em tempos de governo assumindo postura mais protecionista para defender sua indústria, com taxas de juros menores políticas para desvalorizar o câmbio e, assim, lutar contra a desindustrialização, creio que vale a leitura. Ha-Joon Chang, aqui; e Bresser-Pereira, aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário