sexta-feira, 20 de julho de 2012

Flea, baixista do Chili Peppers, lança primeiro disco solo

A semana é histórica para quem acompanha os trabalhos de dois músicos brilhantes e que, por acaso, tocaram na mesma banda. Na terça, 17, John Frusciante lançou seu tão esperado 12º disco solo, Letur Lefr, o primeiro depois que deixou o Red Hot Chili Peppers, em 2009 (The Empyrean, o anterior, é de 2009, mas foi lançado antes do anúncio oficial de sua saída da banda). E hoje, sexta-feira 20, Michael Peter Balzary, o Flea, baixista dos Peppers desde o começo, lançou seu primeiro álbum solo, Helen Burns. 


Com 6 faixas, o disco foi disponibilizado para download e em vinil, ao preço de 75 dólares (com direito a um pedaço de corda de um dos baixos de Flea inserido no encarte). Foram colocados à venda apenas 900 unidades do disco na pré-venda de hoje - um dos quais já garantido pelo blogueiro aqui. 

Quem desejar baixar as músicas, basta acessar aqui. O modelo adotado foi aquele quem vem sendo usado por diversas bandas, como o Radiohead: a pessoa decide quanto quer pagar pelo produto (no caso, as músicas em MP3), havendo inclusive a possibilidade de baixar o material gratuitamente. O dinheiro arrecada com as vendas será revertido para o Silverlake Conservatory of Music, cujo um dos diretores é Flea.

Os planos para lançar o disco são desde 2007, e nele há não só o baixo marcante de Flea, como também suas experiências com saxofone e piano, além de sintetizadores e outros instrumentos, que provam que o baixista tornou-se verdadeiro multi-instrumentista. Há, ainda, participações ilustres de Patti Smith, Jack Irons, Chad Smith (baterista do RHCP) e Stella Mozgawa.


Quanto ao som, trata-se de algo muito diferente do que estamos acostumados a ver Flea tocando no RHCP. É, como ele mesmo disse, uma "viagem". Há elementos do Jazz Fusion e do Synthpop (como em Frusciante). nada de slaps (técnica muito utilizada por Flea), mas muito obscurantismo, música livre.
O nome do álbum - Helen Burns - é inspirado numa personagem do livro Jane Eyre, de Charlotte Bronte.

Abaixo, a música que abre o disco, 333. E a foto que ilustra o post, bna verdade capa do disco, é de Clara Balzary, filha de Flea.


Nenhum comentário:

Postar um comentário